• Siga-nos!
vista_parcial_do_coreto_da_praca_getulio_vargas_-_cidade_de_patos_-_paraiba_-_brasil.jpgvista_parcial_do_coreto_da_praca_getulio_vargas_-_cidade_de_patos_-_paraiba_-_brasil.jpgisset
Patos
×

Mensagem de status

Buscando sua localização......

Patos

Informações da Cidade

Galeria de Fotos
Galerias: 
História

Localizado na mesorregião do sertão do Estado da Paraíba, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), possui uma área de aproximadamente 473km², com altitude de 242m, de clima semiárido, ficando a uma distância 316km da capital do Estado João Pessoa.

No processo de colonização dos sertões da Paraíba, na região onde se localiza o município de Patos, os conquista¬dores portugueses se depararam com os indígenas Tarairiú. Na metade do século XVII, mem¬bros da família Oliveira Ledo, chegando ao local conhecido como Itatiunga (nome de origem indígena que significa pedra branca), entraram em conflito com os mencionados grupos étnicos. Com a migração destes, no ano de 1677, João Pereira de Oliveira, filho de Antônio de Oliveira Ledo, instalando sua fazenda às margens do Riacho da Farinha, contribuiu para o seu povoamento.

A partir de então, já na segunda metade do século XVIII, a referida propriedade – vendida no início deste século XVIII ao Coronel Domingos Dias Antunes e administrada depois de sua morte, pelos seus descendentes – foi comprada pelo Capitão Paulo Mendes de Figueiredo, onde estabelecendo sua fazenda de gado nas proximidades de uma lagoa (hoje ater¬rada) margeada pelo Rio Espinharas, conhecida por Lagoa dos Patos, em virtude da expressiva quantidade das aves existentes no local.

Em 1752 o citado capitão, juntamente a sua mulher Maria Teixeira de Melo, residentes nos sítios denominados Patos e Pedra Branca, doaram parte de suas terras para a construção de uma capela, dedicada a Nossa Senhora da Guia.

Dezesseis anos após, mais especificamente em 28 de novembro de 1768, a concessão do patrimônio foi ratificado pelos herdeiros do capitão Paulo Mendes de Figueiredo.

Já em 1772, com o início da obra do templo religioso e, por conseguinte, a edificação das primeiras casas em seus arredores, desenvolveu-se o povoado incorporado à Freguesia de Nossa Senhora do Bom Su¬cesso de Pombal.

No ano de 1788 ocorreu a criação do distrito de Pa¬tos, subordinado ao município de Pombal. Com localização privilegiada, existência de água e solo fértil onde proporcionou um rápido crescimento econô¬mico.

Pelo decreto de 13 de dezembro de 1832, alcançou status de vila, sob a designação de Vila Imperial de Patos. A partir de então, pela lei estadual nº 200, de 24 de outubro de 1903, foi elevada a categoria de município.